JORNALAHP

Instituto Butantan tem 15 milhões de doses de CoronaVac paradas

Por Daniel Alves em 07/12/2021 às 05:31:39

SOBRANDO VACINAS

Acusações, brigas, discussões e dedos da imprensa mercenária foram apontados para o governo federal acusando-o de não comprar vacinas de combate ao VÍRUS CHINÊS. Hoje, está sobrando vacinas no Instituto Butantan.

O gerente geral de medicamentos da Anvisa, Gustavo Mendes, afirma que a vacina ainda não foi autorizada para aplicação em crianças por falta de documentos complementares.

O Instituto Butantan tem 15 milhões de doses da vacina CoronaVac contra a Covid-19 paradas em estoque, segundo levantamento feito pela TV Globo. Nem o governo federal, nem os estados manifestaram intenção de compra dos imunizantes.

A CoronaVac, produzida pelo Butantan em parceria com a chinesa Sinovac, começou a ser aplicada na população brasileira no começo deste ano, e era a única disponível no país. Posteriormente, outras três vacinas passaram a fazer parte da campanha nacional: AstraZeneca, Pfizer e Janssen.

De janeiro a setembro, 100 milhões de doses da CoronaVac previstas em contrato com o Ministério da Saúde foram entregues e distribuídas aos estados, mas o Butantan também produziu um lote extra de 15 milhões de doses entre julho e agosto. São essas doses que estão sem destino. A validade desse lote vai até agosto de 2022, segundo o Butantan.

O Ministério da Saúde afirmou que segue as negociações para novas aquisições apenas com a Pfizer e a AstraZeneca, escolhidas por já terem registro de uso definitivo no país.

A produção do SP2 também perguntou aos 26 estados mais o Distrito Federal se há intenção de compra do imunizante, diretamente do instituto. Todos -- inclusive São Paulo -- responderam que não têm interesse, porque já receberam doses suficientes do Programa Nacional de Imunização (PNI).

Comunicar erro
cosmetic shop

Comentários

MOTOCICLO