JORNALAHP

PM apontado como autor de disparo que matou lutador esteve envolvido em três mortes nos último cinco meses

Por Daniel Alves em 01/01/2022 às 08:03:36

Fontes ouvidas pela reportagem afirmam que tiro que atingiu jovem foi nas costas. A Polícia Civil deve fazer uma reconstituição para descobrir se houve confrontos entre policiais e bandidos e quem atirou em Vítor Reis de Amorim.

O policial apontado como autor do disparo que matou o lutador Vítor Reis de Amorim, de 19 anos, esteve envolvido em outras três ações que terminaram em mortes nos últimos cinco meses. Fontes ouvidas pela reportagem confirmaram que o jovem foi atingido pelas costas.

A Polícia Civil deve fazer uma reconstituição para descobrir se houve confrontos entre policiais e bandidos e quem atirou em Vítor. Se o erro for comprovado, os PMs podem responder por fraude processual e o autor do disparo por homicídio.

Os quatro PMs presentes na ação que resultou na morte do jovem prestaram depoimentos na Delegacia de Neves, que investiga o crime em São Gonçalo.

Veja os outros casos em que o PM suspeito de atirar em Vítor está envolvido.

  • Em julho, o policial suspeito de atirar em Vítor trocou tiros com homens armados no bairro do Engenho Pequeno. Nessa ocasião, o PM efetuou 20 tiros de fuzil e um suspeito morreu. O suspeito foi socorrido, mas veio a óbito. De acordo com o relato dos policiais, os bandidos atiraram contra a PM, que revidou. Ainda de acordo com a PM, os bandidos estariam armados.
  • Em setembro, o PM participou de uma abordagem a dois criminosos no Jardim Bom Retiro, um dos suspeitos foi socorrido, mas morreu.
  • Em outubro, em Colubandê, o policial se envolveu em uma troca de tiros com suspeitos, efetuou 8 tiros de fuzil, um suspeito foi baleado e socorrido, mas morreu. Uma arma foi encontrada ao lado do homem morto.

Além disso, um segundo policial militar que estava envolvido na ação e também prestou depoimento também aparece em uma ocorrência que terminou em morte em junho deste ano.

De acordo com o registro, homens dispararam contra policiais, que revidaram e, na troca de tiros, um suspeito foi atingido. Novamente, ele chegou a ser socorrido, mas morreu.

O adolescente Vitor Reis de Amorim era lutador de Muai Thay. Na terça-feira, ele estava com amigos em um bar, no morro da Jaqueira, em São Gonçalo, e a família conta que os policiais chegaram atirando. Vitor correu para se abrigar e foi atingido. Ele foi levado para o pronto-socorro, já sem vida.


Comunicar erro
cosmetic shop

Comentários

MOTOCICLO