JHP2

Atletas russos recebem convocação para a guerra na Ucrânia, diz imprensa internacional

Por Daniel Alves em 30/09/2022 às 05:30:15

Oleg Matytsin, ministro do Esporte da Rússia, afirma que não devem haver privilégios para atletas, já que o número de convocados para a Guerra na Ucrânia está em crescente.

Atletas convocados para morrer e matar seus irmãos ucranianos.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou uma mobilização parcial de tropas para lutar na Guerra na Ucrânia. Cerca de 300 mil reservistas estão sendo recrutados para intensificar o bombardeiro russo. O ministro do Esporte do país, Oleg Matytsin, afirmou que os atletas não vão ter privilégios "exclusivos" caso haja uma convocação.

O patinador artístico Dmitri Aliev, medalha de ouro no europeu, e o ex-jogador de futebol Diniyar Bilyaletdinov estão entre os nomes que foram chamados, segundo a imprensa internacional, para servir ao exército russo no combate.

No fórum "Rússia - Uma Potência Esportiva", Matytsin revelou esperar que os atletas participem da guerra caso sejam chamados.

- O esporte não pode ser destacado como uma comunidade refinada separada que deveria desfrutar de algum tipo de privilégios exclusivos, disse o Ministro do Esporte russo em um relatório da agência oficial de notícias estatal, a TASS.

- Foi anunciado muitas vezes no início de uma operação militar especial, eles (os atletas) apoiaram o presidente e expressaram uma opinião absolutamente inequívoca de que o esporte é uma única família. Todos os problemas, dificuldades e tarefas que o Estado está resolvendo agora, o esporte resolverá junto com todos. Não haverá e não deve haver nenhuma exclusividade, concluiu.

E afirmou que existe um desejo para que o esporte continue a se desenvolver nesse período:

- Sim, entendemos que atletas e treinadores são um "poço de ouro", principalmente aqueles que estão se preparando para os Jogos Olímpicos, integrantes de seleções nacionais. Certas medidas de proteção para certas categorias possivelmente serão adiadas enquanto estamos em diálogo com o governo. Espero que o sistema esportivo continue a se desenvolver ativamente, apesar da situação, disse Oleg.

Os comentários do ministro seguem as afirmações do presidente do Comitê Olímpico Russo, Stanislav Pozdnyakov, de que os atletas deveriam ser homenageados caso fossem convocados para a guerra. Algumas Federações Esportivas Nacionais da Rússia confirmaram que os atletas receberam convocação.

Além dos atletas citados, existe a informação que dois atletas de snowboard e quatro integrantes do ciclismo, três atletas e um treinador, também foram convocados.

Comunicar erro
cosmetic shop

Comentários

MOTOCICLO