JHP2

Viúva de chefe de facção executado é presa com mais de R$ 1 milhão

Por Daniel Alves em 10/02/2024 às 05:51:16

Viúva de chefe de facção executado é presa por lavagem de dinheiro no litoral de SP

Karen de Moura Tanaka Moris, a 'Japa', é viúva de Wagner Ferreira da Silva, o 'Cabelo Duro'. Ele era um dos chefes da principal facção criminosa do estado e foi executado em 2018.


A Polícia Civil prendeu Karen de Moura Tanaka Moris, também conhecida como 'Japa do crime', suspeita de lavagem de dinheiro do tráfico de drogas na Baixada Santista, no litoral de São Paulo, para a principal facção criminosa do estado. A reportagem apurou, na sexta-feira (9), que ela é viúva de Wagner Ferreira da Silva, o 'Cabelo Duro', um dos chefes da organização executado a tiros em 2018.

O anúncio da prisão de Karen foi feito durante entrevista coletiva realizada pelo secretário de segurança pública do estado, Guilherme Derrite, e pelo delegado geral de São Paulo, Artur José Dian, na sede do Comando de Policiamento do Interior Seis (CPI-6), em Santos (SP).

Segundo Dian, as investigações iniciadas em junho de 2023 apontam 'Japa' como uma das principais responsáveis pela lavagem de dinheiro do tráfico de drogas para a facção na Baixada Santista.

A mulher foi detida no apartamento dela no bairro Tatuapé, na capital paulista. No local, a polícia apreendeu R$ 1 milhão e 50 mil dólares [cerca de R$ 249 mil na cotação atual] em dinheiro, além de um veículo da marca Audi.

"Ela fazia a lavagem de dinheiro através de diversas empresas de 'laranjas'. Pegava esse dinheiro e o fazia circular. Os relatórios de informações financeiras levam a milhões de reais", explicou o delegado geral.

Comunicar erro
cosmetic shop

Comentários

MOTOCICLO