JORNALAHP

VÍRUS DA CHINA, Queiroga volta a defender fim da obrigatoriedade das máscaras

Por Daniel Alves em 07/10/2021 às 05:29:03

Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

Ministro diz que legisla√ß√£o que imp√Ķe uso n√£o tem efic√°cia, mas pede que estados e municípios esperem posi√ß√£o técnica oficial

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, reiterou na quarta-feira (6) a defesa pelo fim da obrigatoriedade de uso de m√°scaras como forma de prote√ß√£o à Covid-19. De acordo com ele, com o avan√ßo da vacina√ß√£o no país, o uso de m√°scara deve ser facultativo e apenas nos lugares em que haja concentra√ß√£o de pessoas.


Para o ministro, a atual legisla√ß√£o que prev√™ a obrigatoriedade do uso das m√°scaras é pouco efetiva. Queiroga, no entanto, n√£o informou quando o governo deve divulgar um parecer técnico recomendando o término da imposi√ß√£o. Segundo ele, "a ideia é fazer isso de forma gradual".

"Essas quest√Ķes est√£o sendo tratadas pela √°rea técnica e logo que tenhamos uma posi√ß√£o nós vamos informar à popula√ß√£o do Brasil", disse Queiroga, na noite desta quarta-feira (6).


O ministro pediu que estados e municípios n√£o tentem se antecipar ao governo federal, por mais que cada ente federativo tenha um momento epidemiológico diferente. Segundo Queiroga, é importante que todos aguardem a recomenda√ß√£o da Saúde para desobrigar o uso das m√°scaras.

"Todos nós ficamos muito ansiosos com essa quest√£o da pandemia. Vamos trabalhar para trazer mais tranquilidade sanit√°ria ao país. Eu tenho conversado bastante com o presidente Jair Bolsonaro, e ele tem nos dado muito apoio para que nós possamos realizar as políticas públicas do interesse da sociedade. A gente est√° vivendo um momento melhor e vamos continuar trabalhando juntos", destacou.


Comunicar erro
cosmetic shop

Coment√°rios

MOTOCICLO